Triorganizada | Organize-se para o Imposto de Renda
17253
post-template-default,single,single-post,postid-17253,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Organize-se para o Imposto de Renda

Todos os anos, muitos brasileiros são obrigados, por lei, a fazer a entrega da Declaração do Imposto de Renda. Se você faz parte desse time, é hora de organizar a documentação para fazer a Declaração, seja feita por você, seja feita pelo seu contador.

ORGANIZAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO

1. Separe a documentação

Separar toda a documentação pode parecer trabalhoso, mas, além de necessário, é importante para que a sua Declaração ao Fisco seja feita de forma correta e evitando questionamentos fiscais (cair na malha fina). Aproveite para organizar os comprovantes e contas do ano que passou e criar uma pasta própria para os documentos que serão usados na Declaração do IR.

2. Documentos importantes

SALÁRIOS: As empresas têm prazo para disponibilizar aos seus funcionários o comprovante de rendimentos do ano passado. O comprovante de rendimentos é necessário para que o contribuinte possa fazer sua declaração do Imposto de Renda. Então, se a empresa onde você trabalha não enviar, entre em contato para cobrar!

OUTRAS FONTES: Reúna todos os comprovantes dos seus recebimentos, como alugueis.

DINHEIRO: Separe os extratos de movimentação bancária e investimentos.

DESPESAS: Providencie também o “Demonstrativo Anual” dos prestadores de serviços, como plano de saúde, escolas, serviços médicos. Deve constar o nome, o endereço e o CPF ou CNPJ de quem recebeu os pagamentos e os dados do beneficiário (você ou seus dependentes). Também é preciso reunir os documentos que comprovam a compra de bens como imóveis e veículos.

3. Observe os prazos

Apresente o quanto antes a documentação ao seu contador ou faça a sua Declaração logo no início do prazo. Assim, dará tempo de verificar eventuais pendências, revisar os dados, providenciar documentação que ainda falta. E, quanto antes você entregar a Declaração, maior a chance de receber antes a restituição, quando devida.

PLANEJAMENTO: ALÉM DA ORGANIZAÇÃO DOS PAPEIS

Essa Declaração Anual nada mais é que um ajuste para saber o que você pagou de IR durante o ano passado e se ainda precisa pagar mais. E, na maioria das vezes, muitas pessoas ficam surpresas com os valores pagos de imposto e, principalmente, se ainda tem algo mais a pagar para o leão. Mas, será que precisa ser assim? Será que há formas legais de economizar o pagamento desse imposto?

Assim como procuramos organizar as nossas finanças pessoais, também podemos fazer o nosso planejamento tributário pessoal. Como?

Da mesma forma que ganhar mais dinheiro (aumentar a renda) irá fazer pagar mais imposto, outras ações podem impactar para reduzir o valor a ser pago de imposto, como a compra e venda de um imóvel, despesas médicas, despesas com dependentes…

Você sabia que um plano de previdência, além de ser um bom investimento, pode gerar uma redução no valor pago de IR? E que, dependendo do seu patrimônio, é melhor constituir uma empresa para pagar menos imposto?

E se você for um profissional autônomo ou dono de um pequeno negócio que não emite nota fiscal ou recibo, mas recebe valores em sua conta corrente ou por cartão de crédito, saiba que os bancos são obrigados a informar as movimentações bancárias à Receita Federal. Não há mais como não declarar esses valores… É preciso se planejar! 

O planejamento tributário pode gerar uma economia a curto e longo prazo, principalmente quando se pensa em sucessão dos seus bens aos seus herdeiros e, o mais importante, para evitar cair na malha fina. Nesse caso, o valor do imposto a pagar pode triplicar!

Mas, é preciso fazer o planejamento durante o ano em curso (e não no ano seguinte, ano da entrega da Declaração). E também não há uma regra geral para todas as pessoas. É preciso analisar caso a caso e elaborar um planejamento de acordo com a sua atividade, com o seu patrimônio e com os seus planos para o futuro.

Aproveite para, durante o ano, organizar todos os documentos em uma pasta própria. No final do ano, toda a documentação para a Declaração do IR já estará pronta!

Se precisar, eu posso te ajudar! Saiba mais sobre o serviço de organização de documentos e de negócios.

Acesse aqui para saber como organizar as suas finanças.

triorganizada
fabiana@triorganizada.com.br

Fabiana Machado.
Consultora em organização.