Triorganizada | 5 erros comuns na hora de organizar
147
post-template-default,single,single-post,postid-147,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

5 erros comuns na hora de organizar

Alguns erros podem prejudicar a organização de uma casa ou escritório. Listei 5 erros mais comuns na hora de organizar um ambiente. Confira para você evitar cometer algum deles…ou todos!

1. INICIAR A ORGANIZAÇÃO COMPRANDO ORGANIZADORES

Um erro clássico, ao pensar em organizar, é pensar: “O que devo comprar…?”

Respondo antes mesmo de terminar a pergunta: NADA!!!

O primeiro passo para organizar é DESCARTAR!

desapego_roupas

Foto: Google

Como assim? Descartar tudo o que não usa, não serve, está quebrado…

Sabe por que? Porque não dá pra organizar bagunça! De que adianta comprar inúmeras caixas só pra guardar coisas que não se usa mais? Ou para guardar aqueles inúmeros presentes que você ganhou e não gostou, mas não quer se desfazer porque o apego não permite (mas, convenhamos, o espaço também não)?!!

Hoje, há uma infinidade de produtos para ajudar na organização: aramados, capas, cestos, caixas.. Tem de todos os tamanhos, cores e feitios!!! São lindos, úteis e podem até fazer parte da decoração da casa…

Mas, o que você irá organizar? Onde irá colocar o organizador? Realmente você precisa guardar?

Há muita coisa pra pensar antes de comprar os organizadores…

2. NÃO RESPEITAR O ESPAÇO QUE TEM

Outro erro muito comum é não respeitar o espaço que tem em casa ou no escritório.

Com isso, você acha que está organizando, mas, na verdade, está só trocando a bagunça de lugar!

É fundamental estabelecer um limite para as coisas, ficando com o que realmente é necessário e observando o espaço físico existente. Deve-se respeitar o seu espaço. Com isso, você não deixa os objetos amontoados, o que dificulta o acesso e uso no dia a dia.

Uma dica é saber aproveitar bem o espaço e usar os objetos para funções diversas!

Pessoas modernas pensam em versatilidade: poucas peças, mas boas, podem ter várias funções. E se você gosta de comprar, substitua por algo que já tem, mas não usa. Se estiver em bom estado, pode ser doado ou vendido. Passe adiante. Se não usou, não lhe fará falta! Acredite!

3. O EXCESSO DE OBJETOS

Atualmente, há muitos objetos para consumir, papeis para ler, artigos para decorar e até mesmo para organizar. Mas, é um erro achar que precisa de tudo na sua vida! O excesso só gera acumulação, compromete a organização e deixa a energia do local estagnada.

excesso_objetos

Foto: Google

Eliminando o excesso, você traz leveza para a sua vida e abre espaço para o novo. Isso justifica porque as pessoas se sentem bem em hotéis. Observe: poucos objetos à nossa volta nos fazem sentir bem!

E o grande sentido da organização é ter o que necessita, o que realmente lhe é necessário. Na organização, vale a regra: MENOS É MAIS! Use e abuse do que você tem, mas não tenha mais do que possa usar!

Na dúvida, pergunte-se:

 – É realmente necessário eu guardar isto?

– O que pode acontecer de ruim em me desapegar?

– Se precisar, posso substituir por outro objeto, pedir emprestado, comprar outro ou alugar?

– De que adianta ter uma caixa com vários objetos se, quando precisar, não encontro ou não tenho o que realmente preciso?

E, se você tem objetos de valor sentimental (o que dificulta o desapego), procure deixar os mais importantes ou significativos para você em destaque. Assim, você decora a sua casa com um toque especial, valoriza o objeto que realmente lhe importa e verá, ainda, que não é preciso guardar muitos objetos para manter a lembrança do momento ou do ente querido.

Leia também o post: Como organizar objetos de valor sentimental?

4. ACHAR QUE VAI PRECISAR DEPOIS

É muito comum guardar um objeto pensando que, “um dia”, pode precisar dele. Percebo a dificuldade das pessoas em descartar um objeto, justificando que “pode ser necessário” e, com isso, mantém o objeto guardado, sem uso e ocupando espaço.

Não se trata de objetos de pouco uso, usados em datas comemorativas ou em eventos específicos, como festas, jantares, Natal, Páscoa, etc. São objetos diversos, que entram na nossa vida e muitas vezes não usamos. Uma caixa de ferramentas, por exemplo, para aquela pessoa que nunca um prego e sempre chama alguém para consertar quando precisa… Pela minha prática em organização, muitas pessoas guardam e depois não se lembram que tem o objeto ou onde guardaram. Com isso, saem para comprar novamente ou resolvem de outra forma…

Por outro lado, compreendo também que há pessoas que conquistaram seus bens materiais com certa dificuldade e outras que já desejaram alguma coisa, mas não puderam adquirir… mas, convido você a uma reflexão:

“Se você não acredita que merece ou que irá conseguir o que precisa, como atrairá coisas boas para a sua vida?”

Se você não abre espaço, livrando-se do que não usa, como o novo poderá entrar na sua vida?

Então, se você não usa mais, pra que guardar? Deixe ir para que outras coisas boas possam vir. Agradeça o que te serviu um dia e desapegue. Envie junto o pensamento positivo de que algo melhor virá. É um processo cíclico: vai, quando você passa adiante ou descarta, e vem, de alguma forma, quando você precisa. Acredite em você! O que precisar um dia virá…

5. ACHAR QUE PRECISA DE MAIS ESPAÇO

pensando_organizacao_na_vida

Foto: Google

Outro erro é apostar em mais armários para organizar. Quando você pensa assim, está pensando em guardar coisas e não organizar.

E, vamos ser sinceros, hoje em dia as residências estão cada vez menores. Então, por mais que você deseje espaço, onde e a que preço irá encontrá-lo?

O segredo é: SIMPLIFIQUE! Investir em armários e peças certas e boas, com funcionalidade e versatilidade, irá facilitar muito a sua vida.

E, lembre-se de que o mais importante é USAR e não GUARDAR! Então, guarde apenas o que realmente tem utilidade para você! E use!

Leia também: 5 dicas para ajudar a decidir o que fica na hora de organizar a sua casa.

triorganizada
fabiana@triorganizada.com.br

Fabiana Machado.
Consultora em organização.